0
Seu carrinho está vazio
Dicas

Celular na Infância

Publicado em 13.06.2022 |
7 visualizações

É muito provável que você já tenha visto (ou até mesmo feito) alguém entregar um celular na mão de uma criança para acalmá-la ou para fazer com que ela fique quieta, não é mesmo? O uso do celular na infância tem crescido assustadoramente nos últimos tempos e preocupando os especialistas, pois essa exposição imoderada a telas e aos mais diversos conteúdos na internet pode gerar uma série de problemas de desenvolvimento nas crianças, seja no curto, médio ou longo prazos.

Hoje em dia, a maioria das crianças entre os nove até os 17 anos estão conectadas por meio de dispositivos móveis, como celulares e tablets. Ocorre que isso abre portas para uma série de problemas, como a possibilidade de sofrer o chamado cyberbullying ou outros tipos de abusos, seja por parte de outras crianças ou, até mesmo, de adultos mal-intencionados, que se disfarçam nas redes sociais usando perfis falsos e acabam causando muito sofrimento às famílias.

crianca olhando celular

Diante disso, como parar essa exposição de crianças tão pequenas à internet? O que pode ser feito para proteger os pequenos e deixá-los a salvo dos perigos do universo online? Quais são os impactos do uso do celular na infância e o que os pais podem fazer para limitar o acesso de seus filhos a esse perigoso mundo virtual?

Essas e muitas outras questões serão discutidas a partir de agora. Por isso, se você deseja saber mais sobre esse assunto, não deixe de ler este conteúdo até o final.

Os perigos do uso excessivo do celular na infância

O uso excessivo do celular pelas crianças já foi associado a uma série de problemas, que vão desde o sedentarismo até problemas de desenvolvimento. Por conta disso, o tema é sempre o foco de discussões entre médicos, psicólogos e especialistas na área de desenvolvimento infantil.

Uma criança que fica com o celular na mão durante a maior parte do dia pode apresentar problemas de atenção e de concentração. Também pode parecer menos disposta a fazer outras coisas que não sejam em frente a uma tela, como brincar e interagir com outras crianças.

Tudo isso pode acabar gerando danos como alterações nos padrões de sono, agitação, falta de paciência, birras e muitos outros problemas de comportamento, que podem se agravar com o passar do tempo se nada for feito pelos pais.

crianca mexendo no celular

Além dos problemas que envolvem o desenvolvimento da criança, a internet também é um lugar bastante inóspito e perigoso para os pequenos. Crianças que fazem o uso de redes sociais ou mesmo que ficam em jogos online podem acabar sendo expostas a pessoas com más intenções e, com isso, correr o risco de sofrer abusos.

Dessa forma, é importante que os pais ou responsáveis pelas crianças estejam o tempo todo verificando o tipo de conteúdo a que os pequenos têm acesso e com quem eles interagem quando estão online.

Também é importante controlar o tempo a que as crianças ficam expostas a essas tecnologias, pois sabe-se que quanto menor for esse tempo, melhor será para o seu desenvolvimento emocional, cognitivo e psicomotor.

Adultização precoce

Um dos grandes problemas trazidos pelo uso excessivo do celular na infância é a adultização precoce das crianças. Existem, inclusive, uma grande discussão acerca do tema, que é polêmico e divide a opinião de especialistas no assunto.

Apesar do fato de que as redes sociais são feitas para adultos, é muito comum ver perfis de crianças ainda muito novinhas, muitas vezes feitos pelos próprios pais dos pequenos.

crianca focada no celular

Ao ter acesso a uma rede social, a criança acaba recebendo conteúdos que, muitas vezes, são inadequados para a sua idade e para o seu nível de maturidade. Com isso, muitas crianças acabam desejando imitar aquele comportamento que visualizam nas redes sociais.

Tudo isso acaba gerando o que se chama de uma adultização precoce da criança, pois, na maioria das vezes, os pequenos acabam tentando imitar o comportamento dos adultos da internet, seja mudando seu palavreado, seu jeito de vestir ou, até mesmo, passando a agir como seus ídolos da internet.

Dessa forma, chega-se a extremos, como meninas com menos de 10 anos com desejo de se submeter a procedimentos estéticos para ter o rosto como de uma pessoa famosa nas redes sociais ou mesmo crianças usando roupas que não são nada adequadas para a sua idade.

Outro grande problema disso é que os pequenos que são altamente expostos à internet normalmente deixam de brincar e de interagir presencialmente com outras crianças, perdendo, dessa forma, a essência da infância.

É por isso que os pais devem ter sempre cautela ao expor seus filhos a esse universo das redes sociais, pois, como seres humanos em processo de formação de caráter, aquilo que os pequenos consomem na internet pode, de alguma forma, acabar moldando seu comportamento quando adultos.

Como resolver o problema?

Após tomarem ciência dos problemas que podem envolver o uso excessivo do celular na infância, alguns pais decidem simplesmente cortar o acesso da criança a esses dispositivos pensando em protegê-los dos malefícios atribuídos a ele. No entanto, essa retirada súbita pode ser, na verdade, um erro.

Isso porque não é a simples retirada do celular das mãos das crianças que irá resolver o problema, mas sim a redução do tempo de tela diário dos pequenos, o que deve acontecer de forma progressiva.

Como as crianças, principalmente as menorzinhas, não tem discernimento suficiente para entender o que é bom e o que é ruim para elas em algumas situações, essa retirada rápida do aparelho pode fazer com que ela fique irritada ou mesmo chore e faça birra.

irmaos no celular

Por isso, a dica aqui é tentar ocupar ao máximo o tempo da criança com atividades que não dependam de telas, como exercícios físicos, brincadeiras ao ar livre e outras atividades que a faça gastar sua energia.

Além disso, é necessário ter pulso firme para definir um tempo máximo de tela por dia para os pequenos e cuidar para que esse tempo seja cumprido. Dessa forma, não é necessário desconectar de vez os pequenos do celular e outros eletrônicos, mas sim fazer com que haja um uso saudável, sem exageros e que permita à criança crescer e se desenvolver da melhor maneira possível.

E você, já sabia dos malefícios que o uso do celular na infância pode causar? Gostou dessa dica? Então aproveite para navegar um pouco mais em nosso blog e confira outros conteúdos sobre infância, moda e maternidade como esse.

Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.