0
Seu carrinho está vazio
Dicas

Como Preparar a Mamadeira do Bebê corretamente?

Publicado em 05.02.2022 |
19 visualizações

Mesmo que a maternidade seja um momento fabuloso na vida da mulher, ela também vem acompanhada de muitas dúvidas e preocupações. Uma delas acontece quando precisamos apelar para a alimentação do bebê com leite artificial, seja por opção, por força maior ou mesmo por falta de tempo. Sendo assim, é fundamental saber como preparar a mamadeira do bebê da forma correta, isso para evitar que ele tenha problemas com infecções ou complicações digestivas.

Preparar a Mamadeira do Bebê

Como Preparar a Mamadeira para o Bebê

É fato que a amamentação natural, aquela feita com o leite da mãe, é algo quase que insubstituível na vida da criança, pois o leite materno é um super alimento, que oferece, na medida certa, todos os nutrientes que a criança precisa para se desenvolver nos primeiros meses de vida. Além disso, ajuda a desenvolver o cérebro e a imunidade dos pequenos.

Todavia, há casos em que a mãe não consegue amamentar o seu filho e, por isso, existem as fórmulas de leite em pó que podem ajudar em situações como essas, mesmo que seja um alimento mais pobre nutricionalmente do que o leite da mãe.

Assim, sempre que possível, tente amamentar seu bebê no peito e ofereça a ele o seu leite, pois será melhor tanto para a saúde da criança quanto da mamãe. Não sendo possível, uma alternativa é partir para a mamadeira, com os cuidados e precauções que traremos ao longo deste post.

Os tipos de Mamadeiras

Existem diversos tipos de mamadeiras no mercado e você pode escolher a que o seu bebê melhor se adapta para garantir que ele tenha uma alimentação com o mínimo de riscos. Entre os modelos mais procurados estão aquelas com sistemas antirrefluxo e anticólica. Há, também, modelos de mamadeiras que imitam o seio e que permitem uma melhor adaptação pela criança.

Quanto ao material, o corpo das mamadeiras pode ser feito de vidro ou de plástico. As de vidro são melhores por não pegar cheiro e nem gosto do leite, além de serem mais fáceis de limpar. No entanto, elas são mais pesadas e podem quebrar se caírem no chão. Já as de plástico são mais seguras, porém o material pode pegar o gosto do leite com o passar do tempo, o que é ruim para o bebê.

Tipos de Mamadeiras

Já o bico das mamadeiras pode ser feito de silicone ou de látex, sendo que o silicone é o material mais indicado, pois é macio, maleável e transparente, o que permite uma limpeza mais eficiente. Além disso, o silicone é um material que causa menos alergias e não retém cheiro ou gosto dos alimentos.

As mamadeiras com sistema antirrefluxo são as queridinhas das mamães e papais, pois contam com um sistema que impede que a criança sugue o ar durante a mamada, o que ajuda a diminuir problemas como cólicas e o refluxo, desde que utilizadas corretamente.

Como esterilizar a mamadeira

Um passo muito importante na hora de preparar a mamadeira do bebê é garantir que ela seja esterilizada. Isso deve ser feito com produtos novos, antes do primeiro uso e, preferencialmente, após cada mamada, pois ajuda a matar bactérias e outros micro-organismos que podem causar infecções ou problemas no trato digestivo da criança.

A esterilização pode ser feita de várias formas. Existem, inclusive, produtos específicos para esterilizar mamadeiras, mas esses são um pouco caros e, portanto, podem ser inacessíveis para algumas famílias.

1. Desmontagem da mamaderia

Todavia, você pode fazer essa esterilização do jeito tradicional, usando uma panela com água fervendo (a cerca de 100 ºC). Para isso, desmonte todas as peças da mamadeira e lave bem antes de começar a esterilização para garantir que não fique nenhum resto de leite na mamadeira.

2. Colocar dentro de uma panela para ferver

Em seguida, coloque todas as peças da mamadeira já limpas dentro da panela com água e deixe ferver por cerca de 10 a 15 minutos, que é tempo suficiente para matar a maioria dos germes e bactérias.

3. Secagem natural

Por fim, retire as peças da mamadeira da água e deixe-as secar naturalmente sobre alguma superfície (não use panos ou papel toalha para fazer a secagem). Quando as peças estiverem secas, monte a mamadeira evitando tocar a região do bico e guarde-a em um local fresco e seco.

4. Cuidado com a conta

Ah, e não se esqueça de lavar bem as mãos antes de realizar o manuseio das mamadeiras do seu bebê para evitar qualquer tipo de contaminação.

Mãe dando Mamadeira para o Bebê

Como preparar a mamadeira antes de dar ao bebê

Existem algumas recomendações básicas que você deve seguir para preparar a mamadeira corretamente e, assim, garantir que seu filho receba o alimento da melhor maneira possível. Por isso, separamos algumas dicas para ter sucesso nesse processo:

1. Use água mineral ou fervida

A água que será utilizada para preparar o leite deve ser de qualidade e estar livre de bactérias e outros micro-organismos. Por isso, o ideal é usar água mineral ou, se for preciso usar água de filtro comum ou da torneira, que ela seja fervida anteriormente para matar qualquer bactéria que ela possa conter.

2. Não exagere na quantidade de leite

Na hora de preparar a fórmula, tome cuidado para não exagerar e fazer leite para além do que o seu bebê irá consumir naquele momento. Isso porque o leite não mamado não deve ser guardado ou reutilizado, pois pode estar contaminado. Assim, se sobrar alguma coisa, você deve jogar fora e providenciar a esterilização da mamadeira logo em seguida.

Além disso, outro cuidado está na proporção da fórmula que será preparada. Isso porque você não deve usar mais ou menos do leite em pó na hora da preparação, pois isso pode sobrecarregar o organismo do bebê e causar uma série de problemas. Além disso, ao usar uma quantidade menor do que o recomendado, você acaba causando uma deficiência na nutrição da criança, o que atrapalha o seu desenvolvimento.

Preparo Mamadeira Neném

3. Cuidado com a temperatura

Na hora de preparar a mamadeira do bebê é fundamental ter cuidado com a temperatura do leite, pois, caso esteja muito quente, pode provocar queimaduras na boquinha e nos órgãos internos do bebê, o que é uma situação extremamente grave.

Dessa forma, o ideal é que o leite na mamadeira esteja em uma temperatura entre 35 e 38 ºC, que é algo próximo do que seria o leite materno direto do peito. Uma dica para saber se o leite está quente ou frio demais é pingar algumas gotinhas na região da munheca para checar a temperatura.

Aos que usam o micro-ondas para aquecer o leite, é preciso ter cuidado com o aquecimento desigual promovido por esse aparelho. Assim, por mais que a mamadeira pareça morna ou fria por fora após sair do micro-ondas, por dentro, o leite pode estar em uma temperatura muito alta e, portanto, prejudicial ao bebê.

Assim, a dica é sempre testar a temperatura antes de oferecer o leite para o bebê. Caso esteja muito quente, você pode usar água fria para ajudar a reduzir a temperatura.

4. Dando a mamadeira ao bebê

Na hora de dar a mamadeira ao bebê, lembre-se de manter uma posição confortável e de segurar a criança de um modo que possa manter contato visual com ela. Em regra, a melhor posição para mamar é manter a criança em um ângulo próximo de 45 graus, pois isso ajuda a evitar o refluxo e a ingestão de ar.

A maioria das mamadeiras tem uma marquinha que serve para indicar a posição correta do bico na hora da mamada. Lembre-se de respeitar as instruções do fabricante para não ter problemas com o produto. Além disso, tenha cuidado de manter a mamadeira inclinada o suficiente para que o bico esteja sempre cheio de leite e, assim, evitar que a criança acabe sugando ar.

Outra dica importante é saber quando você deve oferecer a mamadeira ao bebê. Nesse ponto, a maioria dos pediatras e especialistas em amamentação defendem que a alimentação deve ocorrer sob livre demanda, ou seja, sempre que o bebê sentir fome. Você saberá quando isso acontece, pois o bebê dá vários sinais de que tem fome e, nesse sentido, as mamães devem confiar em seus instintos.

Por fim, lembre-se da dica de não guardar restos de leite que sobraram na mamadeira. Jogue fora o que sobrou, lave bem a mamadeira, faça a esterilização e guarde até o próximo uso.


E você, ainda tem alguma dúvida sobre como preparar a mamadeira do bebê? Tem alguma dica que não foi falada neste post? Deixe seu comentário ao final da página e compartilhe suas experiências com outros papais e mamães que precisam dessa ajuda.

Fonte(s): Guia Infantil; Canal Maternal; Kinedu.

La Luna e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.